Cards Vibracionais Portal de Sírius

Introdução

Ao longo de 20 anos venho desenvolvendo ferramentas direcionadas para Terapeutas e para o desenvolvimento pessoal. As Mesas Psiônicas RP® são muito mais que um tabuleiro desenhado para modular frequências, são chaves de acesso interior.

A origem dos Cards Vibracionais é a plataforma Espiritual “Portal de Sírius RP®”, recebida por canalização em 2018. O processo da montagem dessa plataforma durou um ano, e contou com a participação de vários profissionais da área. Sendo assim, uma construção de saberes e virtudes.

Origem

O conceito dos Cards Vibracionais Portal de Sírius (2021), vieram da experiência de sucesso com o Tarô Psiônico de Ação Pulsada (TAP 2016), que são os símbolos usados nas Mesas Psiônicas RP®, e agora, do Portal de Sírius, elaborados para serem “ativados” com a força do pensamento e intenção, nata e natural em todo ser Humano.

O objetivo dessa ferramenta é levar a todos os simpatizantes de oráculos e cartas uma experiência diferente da leitura tradicional, mais que uma mensagem e interpretação.

Cada Card carrega em si uma conexão com o símbolo que apresenta, podendo assim, o Consulente ativar a frequência solicitada em conjunto ou separadamente conforme descrito nesse manual. Passar pelo atendimento ou operar o Card Psiônico – Portal de Sirius, exige algo mais que técnica, exige uma sintonia amorosa, e você será levado pelo lado mais pleno do Ser Humano, trazendo uma sensação de envolvimento pelo Amor Divino. Provocando a evolução da sua consciência para ter sabedoria, equilíbrio e força para tudo na Vida!

Atenção!

Este deck de cartas é de ação complementar e pode ser visto como um auxiliar em alguns tipos de tratamento, porém não pode ser usado como substituto ao tratamento médico, psicológico ou de outras terapias holísticas, embora possa se integrar com eles. Apesar de serem citados alguns conceitos científicos, não pretendemos considerar este trabalho como científico, visto que não foram feitas pesquisas seguindo o rigor da Ciência. Todos os resultados obtidos até agora foram empíricos, baseados nas experiências de mais de mil operadores desde 2017.